Há 143 anos, era inaugurado o Seminário Episcopal do Crato, como extensão do Seminário Diocesano da Prainha de Fortaleza, pelo então Sr. Bispo Diocesano do Ceará, D. Luiz Antônio dos Santos.

Dedicado ao Glorioso Patriarca S. José, esta veneranda instituição tem formado muitos sacerdotes ao longo das quatorze décadas de sua existência. Mas não apenas padres, também inúmeros cidadãos ilustres, que ao longo do caminho perceberam serem outros os apelos vocacionais do Divino Mestre.

Sem contar os enormes benefícios prestados à educação do sul do Ceará (primeira instituição de ensino superior e primeiro curso ginasial do sul do estado) e os inúmeros levitas que saíram de seus muros, destaquemos alguns alunos do vetusto casarão que foram chamados por Deus à sucessão apostólica. São eles: D. Joaquim Ferreira de Melo, bispo de Pelotas (in memoriam); D. Newton Holanda Gurgel (in memoriam), bispo diocesano de Crato entre 1994 e 2001; D. Augusto Alves da Rocha, bispo emérito de Floriano e D. Francisco Edimilson Neves, bispo diocesano de Tianguá.

Neste dia de alegria e exultação, rogamos à Virgem Maria, Rainha dos Apóstolos e Senhora da Penha, junto ao seu castíssimo esposo S. José, que continuem a impetrar aos alunos, ex-alunos, formadores e professores desta casa os favores da graça divina e a interceder pelas vocações, na amada Diocese Cratense e em todo o mundo, mormente naqueles lugares onde a carência de ministros ordenados resulta em enorme prejuízo para os fiéis.

Laus Deo, Virgini Mariae et Sancto Ioseph.

Texto: Seminarista Rodrigo Rêmulo

Author

Mychelle Santos

Estudante de Jornalismo pela Universidade Federal do Cariri. Gerente de Mídias e Produção de Conteúdos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.