shadow

Fala, Senhor, que o teu servo escuta (I Sm 3,10). Assim respondeu o jovem Samuel ao chamado de Deus para ajudar o povo nos caminhos do Senhor. A resposta positiva de Samuel fez com que Deus lhe dissesse os seus planos para o jovem. Ele que só desejava servir a Deus agora escuta o que o Senhor deseja que faça. Assim como Samuel, ocorre com outros personagens na Bíblia: Abraão, Moisés, Saul, Davi, Jeremias, João Batista. Cada um com um chamado para atividades diferentes visando uma única finalidade, servir ao Senhor, realizar a vontade de Deus em suas vidas.

Quando Deus nos criou, Ele tem um propósito para cada um, ele nos cria com uma missão, contudo, essa missão não é obrigatória, pois somos criaturas livres e deus nunca nos tirou nossa liberdade, por isso que nos relatos bíblicos Deus espera o consentimento de quem chama, Ele não nos obriga a realizar a sua vontade, Ele deseja que a acolhamos de coração livre. Pois somente livres, podemos nos prender a algo, somente na liberdade podemos optar verdadeiramente pelo projeto de Deus para cada um de nós.

Assim se faz com a Virgem Imaculada, ela aceitou ser a mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo. Deus a chamou e ela teve a liberdade de aceitar ou não. Contudo, por ser obediente aos planos de Deus e por ser ciente de que o melhor a ser feito é a vontade de Deus, ela aceita o chamado, a sua vocação, ser a mãe de nosso salvador. Com o seu sim, ela se deixou ser instrumento nas mãos de Deus para que se realizasse o projeto de Deus aqui na terra, com o seu sim ela aceita a vocação dada por Deus para a sua vida. Com o seu sim, ela fez a vontade de Deus.

De maneira semelhante, ocorre com os outros tantos relatos de vocação nas Sagradas Escrituras. O ponto em comum entre elas é fazer a vontade de Deus, pois ele sabe o que é melhor para cada um de nós. Isso nos mostra a nossa necessidade de sabermos qual a “minha vocação?”, a que Deus me chama, o que Ele deseja de mim? Pois, ao realizar a vontade de Deus, nos encontraremos felizes, teremos nossa felicidade.

Podemos nos perguntar onde Deus me chama para agir ativamente na Igreja e/ou na sociedade? Ao se falar de vocação, muitos de nós fechamos esse tema entre ser padre ou freira, ser sacerdote ou religioso, mas nos esquecemos que cada batizado possui uma vocação, a vocação comum a todos os filhos de Deus, sermos testemunhas do Cristo neste mundo, sermos propagadores do Reino de Deus.

Qual a maneira que iremos ser essas testemunhas, o que devo fazer especificamente para ser instrumento de Deus? É essa a vocação específica, que cada um é chamado, seja como padre, como pai/mãe de família, seja como religioso(a), como catequista, o que não podemos passar desapercebido é a vontade de Deus, o projeto que Deus tem para cada um de nós. Ao assumirmos esse projeto, mais perto de nossa felicidade estamos. Ser cristão, ser testemunhas do reino, ser felizes, eis nossa vocação: fazer a vontade do Pai!

Virgem Imaculada, ajude a cada um de teus filhos a te imitar e juntamente contigo possamos dizer: “Faça-se em mim segundo a Tua vontade” (Lc 1,38)

 

Ailton Bento Araruna

(Graduado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas (Tecnólogo) pela Unileão, 2013. Graduado em Filosofia (Licenciatura) pela Faculdade Entre Rios do Piauí (FAERP), 2017. Aluno do sexto semestre do Curso de Teologia no Centro Universitário Unicatólica, Quixadá-CE. E-mail: ailtonarquivos@gmail.com)

Author

Mychelle Santos

Estudante de Jornalismo pela Universidade Federal do Cariri. Gerente de Mídias e Produção de Conteúdos.

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.